Recent Posts

domingo, 27 de janeiro de 2008

Lar


Hoje é domingo, o céu ainda está nublado, mas o calor se insinua.
Ela acordou cedo, não cedo pra segunda-feira, cedo pra domingo. Ela sempre faz isso, acorda e fica um pouco na cama, assiste tv e depois vai pra cozinha.
É nessa hora que a casa cria vida, parece até que conversa com ela, através do barulho das panelas, do fogo que é acesso, do chiado da água que ferve...
Todo domingo de manhã ela faz pão de queijo (na verdade nunca fala faz, fala amassa o pão de queijo), já tem um bom tempo que segue essa rotina. Pra ela é um compromisso, não no sentido de obrigação ou peso, mas como vínculo ou laço, é um jeito dela demonstrar afeição.
Na medida em que o quitute vai ficando pronto, o cheiro toma conta do ambiente: primeiro preenche a cozinha, depois a sala de jantar e de lá vai buscar as pessoas que ainda estão nos quartos.
Com o café coado e todos de pé, com os risos e afagos, com os cheiros e os sabores, a casa vira lar.
Foto http://www. bp3.blogger.com/.../qCE3s8S0-uY/s320/img009.gif

2 comentários:

Ana disse...

Gostei bastante do texto... lar pra mim é isso mesmo, a comunhão das pessoas.
A música caiu bem.

Narrador disse...

Que bom que gostou...volte sempre.