Recent Posts

domingo, 14 de setembro de 2008

Engraçada a dualidade.
Uma melancolia a invade sempre que o dia de domingo vira noite, assim, quando começa a escurecer com passarinho cantando, dá nela uma espécie de banzo, mas sem ser... não é ruim, só um sinal que ela está ficando de tardinha. Por outro lado, manhã de domingo é quase uma festa, se tiver sol então, ela coloca música e vira flor... descalça na grama a vida fica mais simples.
Hoje foi assim, manhã no jardim com vestido de algodão, sol, azul, passarinho e brisa.


Era nesse cenário que ela queria que você entendesse que o amor só sabe ser inteiro e grande, pode até chegar em pequenas porções: num olhar que se reconhece, num conjunto de gestos que aproxima, num tom de voz que acalenta, num cheiro que chama... mas nem se engane, amor vem com autoplay, sozinho se monta e de peças vira todo.
Garantias, prazo, manual... não tem não; mas durável ou não, ele é quase eterno, que nem luz de estrela que continua caminhando depois que ela já foi. Um estado assim novo - de sítio e de graça - assusta que arrepia, mas num sopro, dá alma.


Se você estivesse ali, se fosse parte daquela manhã, veria no sorriso dela o encantamento que provoca.





32 comentários:

Xavier disse...

Esse texto foi feito para mim, Luciana?

cris disse...

lindo!

Narradora disse...

Meu caro Xavier,
Se lhe coube bem pode ficar com ele. :)
Bjs

Narradora disse...

Cris,
Obrigada e volte sempre.
Bjs

Gracyelly disse...

Tô aqui lendo seu blog e recomendando pra uma amiga, ela leu e mandou msg no MSN: Nossa amiga, q coisa mais linda esse blog!
Não vou falar que gostei desse texto, tô ficando repetitiva né? kkkkkk
Boa semana querida!! Bjos L. Narradora

Gracyelly disse...

Narradora, essa Cris ai em cima que é a minha amiga. Ela tem um blog ótimo tb: http://egoconfession.zip.net

instantes e momentos disse...

vim para te conhecer, gostei muito daqui. Volto com certeza.
Tenha uma bela semna
Maurizio

Narradora disse...

Gra,
Bem legal o blog da Cris, obrigada por ter indicado.
Ótima semana pra você também.
Bjs

Maurizio,
Bem vindo sempre.
Bjs

Alice disse...

Adorei tudo. Sempre digo que você escreve suave. Textos tão belos. Eu adoro vir aqui e ler suas palavras.
Bjs...

Ilaine disse...

Sim, é belo o teu blog. As fotografias são lindas e tua escrita... Ah! Como devo descrevê-la??? É aveludada. É especial.És escritora!

Obrigada por me visitar e pelas palavras carinhosas.
Bj

Ilaine disse...

Narradora!

Eu me sinto muitas vezes assim como "Ela". Imagino-a com seu vestido de algodão. Com certeza, eu ficaria encantada se a conhecesse. Fale.me, pois, mais dela.

Bj

carmim disse...

preciso comentar?

Narradora disse...

Letícia,
E eu adoro ver você por aqui. :)
Gosto do jeito que você escreve,uma escrita que provoca.
Bjs e obrigada pela visita.

Ilaine,
Sempre gentil. Gostei muito do último texto.
A moça dos textos sempre vai estar por aqui, e você é muito bem vinda.
Bjs

Carmim,
Legal o último texto, paz e caminho achado.
Bjs Amanda

Marcelo Martins disse...

E se elee stivesse ali, talvez o entardecer e a noite não fossem tão soturnas...
Muito delicado e feminino seu texto, adoro isso =)

Beijinhos

Narradora disse...

Marcelo,
É bem possível que a tardinha fosse mannhã :)
Bjs moço.

Mary West disse...

Bah, sinto-me da mesma forma. Lembrei-me da música do Morrissey, onde ele canta que everyday is like sunday... :D

Alê Quites disse...

eu queria presenciar o sorriso dela.
Lindo!

Camilla Tebet disse...

Aqui é assim, brisa de domingo, roupas de algodão e frases assim:
"o amor só sabe ser inteiro e grande". E é por isso que a palavra amor tem o peso que tem, por ser inteiro e grande. E é por isso que uns podem dar cor, dia e forma pra eles. Outros não podem nem falar sobre ele.
Vir aqui é sempre bom.

Narradora disse...

Miss Mary West,
Nem vai acreditar, tava com a música na cabeça esse fim de semana...rs
Bjs

Oi Alê,
De uns tempos pra cá ela vive rindo. :)
Bjs

Camilla,
Amor falado ou só sentido, contado em algarismos romanos ou arábicos...
Muda o jeito de sentir, mas é tudo amor,né? :)
Bjs

Ana Cláudia Zumpano disse...

até senti aquele ventinho com cheiro gostoso lendo esse texto lindo!!!
eu tbm sou assim domingo... bela descrição do amor.
beijos ;*

Narradora disse...

Oi Ana,
Manhã de domingo com sol, sorrisos e música faz um bem...:)
Bjs

Camila Colossi disse...

nossa q texto sereno :)
ameeeii *--*/



bejooo

Narradora disse...

Camila,
Bem vinda! :)

Taty-chan disse...

O amor vem inteiro! E entendo isso! Por isso me apaixono pra sempre ao primeiro lapso!^^
Muito lindo!
vejo muito Clarice em você, muito muito!
o/

Tatah Marley's Confissões disse...

Maravilhoso flor!
adorei não soh a imagem de entrada ,mais o texto em sim..
Uma gracinha!
x)
beijinhos
;*

Camila Colossi disse...

*--* voltaaa xD

Nathália disse...

Gosto das manhãs de domingo. Porém fico extremamente melancólica durante a noite...
Mas esse seu texto fez domingo parecer o melhor dia da semana. Rs

Beijo!

Narradora disse...

Oi Taty,
Sei bem como é...rs
Bjs

Oi Tatah,
Gosto de imagens :)
Bjs

Camila
Já, já.. ;)

Nathalia,
De noite, anoiteço também...
Bjs

Infinito... disse...

Amo-te!

Narradora disse...

Simplesmente ∞

João Neto disse...

E parece que você andou me espionando... Manhã de domingo é sempre festa. Tarde de domingo sempre traz melancolia. E amor é, de fato, auto-executável. Quando se vê já se está completamente tomado.

Sempre um poesia ler seus textos.

Bjos.

Narradora disse...

João,
Acho que todo mundo tem um sentimento parecido e ambivalente quanto ao domingo...rs
Já o amor é um trem meio doido, sem maquinista...rs
Obrigada,
Bjs