Recent Posts

domingo, 29 de agosto de 2010


Depois de semanas de meias e cachecol, abriu as janelas e deu de cara com um hiato: céu azul, nuvens brancas e sol amarelo quente, simples assim, feito desenho de criança.


Cenário perfeito para levar a alma para passear, e ela, depois de dias encolhida, aceitou dançar com a brisa. Pulando uma amarelinha velha, tatuada no asfalto com tijolo vermelho, embalou os sonhos, arejou os pensamentos e preparou o sorriso de bom dia.


... Enquanto isso, o domingo passava de bicicleta, cheirando a pão de queijo.

9 comentários:

Pétala disse...

Há dias que são simples mesmo, feito desenho de criança. Achei linda essa imagem de domingo que você pintou neste texto, levíssimo, e inesquecível.

Beijos e pétalas.

Nicolau Cercilier disse...

Mesmo não sendo domingo, quando a li; brotou-me o sorriso de bom dia, justamente na hora em que chegava com meu pão quentinho com café! Degustei de seu texto, na mesma alegria e voracidade que meu café da manhã.

Excelente simplicidade!
Parabéns!

vanessa leonardi disse...

.

Menina, você consegue em poucas palavras me passar uma sensação tão gostosa, não sei dizer...
Gosto muito daqui

beijos e dias sempre assim, como teu doce domingo


=)


.

Aninha M.P. disse...

Adoro quando tem texto novo no blog. As tuas palavras são de uma leveza inenarrável, cara narradora. (rs)

Beijo e boa semana!

Evelyne disse...

Não tenho mais o que dizer, é lindo!

Aninha M.P. disse...

Além de narradora, vc tbm é filósofa?
;)

Merini disse...

Simplesmente apaixonante! Como sempre ótimos retratos!

Erica Vittorazzi disse...

Luciana, como você escreve bem. Vi um quadro lindo em suas palavras.


beijos

Karla Thayse disse...

Que dce Lú...
Lindo como tudo o que eu encontro por aqui.
Tenha uma semana de céu azul!
Beijo