Recent Posts

sexta-feira, 7 de março de 2008

Caminho


"É... a vida não alisa", era o que a moça que trabalhava na sua casa costumava dizer quando alguém sofria um revés.
A idéia que ela tinha, era que a outra via a vida tal qual uma senhora solitária, cruel e mesquinha que não perdia oportunidade para espalhar sua amargura.
Na época, ela não entendia muito bem...
Hoje, sabe que a vida nunca lhe foi apresentada dessa forma, como uma entidade externa, autônoma e com poderes ilimitados, muito pelo contrário, ela conheceu a vida como uma caminho em constante construção. E na maioria das vezes, o que alguns chamam de fatalidade, nada mais é do que a conseqüência de escolhas impensadas ou proteladas.
Pra ela, o verdadeiro desafio é saber quem ela é e o que quer, porque viver plenamente exige coragem.

2 comentários:

Anônimo disse...

Muita coragem mesmo... boa sorte pra ela.

Alice disse...

Narrador,

Estou perplexa. Tanta verdade em um texto simples sobre uma vida simples. Talento - é o nome disso.

"Pra ela, o verdadeiro desafio é saber quem ela é e o que quer, porque viver plenamente exige coragem."

(Narrador)

E a vida não alisa mesmo. Temos que aprender a viver. :)