Recent Posts

terça-feira, 18 de março de 2008

Ruas e esquinas


Ela caminha pela cidade com passos largos, carrega na bolsa uma lua nova, meia dúzia de estrelas, alguns raios e outras miudezas. Lá dentro está a carteira de identidade, com aquela 3 x 4 que ela detesta; e ali do lado, uma foto sua, logo ela que nunca gostou de skate. Leva a chave de casa e mais um monte de outras, no mesmo chaveiro esquisito que já tem faz tempo; na caderneta verde, o seu endereço de e-mail. Um pacote de lenços de papel para desembaçar a vista e enxergar por dentro; uma sombrinha cor de rosa, pra filtrar o sol e guardar a chuva; uma caneta sem tampa, pra amarrar pensamentos e anotar tatuagens (agora, as suas quatro). O mp3 player pra ouvir as canções que você mandou; um celular, quase sempre com pouca bateria e no silencioso.Umas poucas moedas, algumas dúvidas e muitas esperanças.
Andando, com a bolsa no ombro, ela se vê feliz, ao pensar que uns caminhos são como ruas que fazem esquinas, se elas podem se encontrar, porque a gente não poderia?
Night and Day
Composição: Cole porter
Cantada por Ella Fitzgerald

14 comentários:

Luci disse...

Que descriçao mais linda do que a gente costuma levar na bolsa. E na vida, né? Minha bolsa é bem parecida com essa...
E o final, com a eterna esperança da esquina. Onde encontros são inevitáveis. Adoro as esquinas!!!

Bjo,

Luci:)))

Narradora disse...

Também eu, as adoro...

T S disse...

Bela narracao,emotiva tambem...
adorei!!!
bjao
feliz pascoa
ts

Narradora disse...

Feliz páscoa pra você também, bj.

Ilaine disse...

Oi!

...uns caminhos são como ruas que fazem esquinas...

Muito poético o que escreves.Gostei muito de seu blog, vou anexá-lo lá no Baú. Obrigada por visitar-me. Aqui, voltarei sempre.

bj
Ilaine

Lu (- . -)... disse...

Há muito tempo não uso bolsas...
Agora, apenas levo comigo o que caiba em minhas mãos...
As bolsas pesadas me prendem... Gosto do caminhar leve...
Gosto dos encontros por acaso...
Gosto das esquinas em que quase me perdi...
Até a volta... até a próxima... até um dia...
Valeu!:)...

Narradora disse...

Ilaine,
Obrigada pela visita, será sempre bem vinda.
Bj.

Lu (-.-),
Mente tranqüila e coração em paz, isso nos dá leveza ao caminhar.
Te desejo muitos encontros e muitas esquinas.
Bj.

Alessandro Palmeira disse...

Um brinde ao encontro, outro às esquinas. Repleto de expressividade esse texto, muito bom. Abraços imensos.

Narradora disse...

Boa Páscoa, Alessandro.
Abraços pra ti.

Marcelo Martins disse...

Simplesmente genial.
E todos os caminhos nos levam ao encontro do amor.
E viva Ella!

Beijocas.

Narradora disse...

Obrigada pela visita, feliz páscoa.
Sim, viva Ella.
Bj

Suzana Mafra disse...

olá

obrigada pela visita ao Borboletras

Que lugarzinho bom de se estar, cabe uma formiguinha?

Abraço

alua.estrelas disse...

É verdade... Por que a gente não pode se encontrar como as esquinas? Simples assim... Lindo, direto, profundo.
Parabéns!
E obrigada pela visita. Volte sempre!
Beijos.

Narradora disse...

Suzana,
Sempre bem vinda.
Abraços.

Alua.estrelas
Obrigada pela visita e pelo comentário.
Bjs.